Quando eu era da idade dos liliputianos, acreditava que o nosso cérebro tinha infinitas gavetas onde guardávamos todas as nossas memórias... gavetas fechadas, abertas, empenadas, cheias, vazias... A Terra dos Liliputianos é uma extensão do nosso cérebro, com gavetas sempre disponíveis para recordar.

Seja bem vindo à nossa terra, um caderno de viagens do tamanho das crianças.



quarta-feira, 4 de julho de 2007

1º dia de praia

Foi na Praia das Avencas que re-estreamos os fatos-de-banho. Tinha vindo a adiar este dia , só de pensar no cansaço do ano anterior.
O S1 comeu bolachas recheadas com areia; destruiu todo o fabrico industrial de bolinhos de cenoura do F5. Não parou um segundo. A proximidade da onda só lhe dava vontade de ir atrás dela, sem qualquer receio.
Quanto ao F5, continua a gostar de brincar na areia, passear na praia e fazer pequenas descobertas. Voltou a brincar aos piratas, recordando algumas aventuras sobre naufrágios, do ano anterior.
A manhã correu bem, não foi tão cansativa como tinha premeditado... talvez a experiência nestes últimos meses me tenha dado mais traquejo!

Sem comentários: