Quando eu era da idade dos liliputianos, acreditava que o nosso cérebro tinha infinitas gavetas onde guardávamos todas as nossas memórias... gavetas fechadas, abertas, empenadas, cheias, vazias... A Terra dos Liliputianos é uma extensão do nosso cérebro, com gavetas sempre disponíveis para recordar.

Seja bem vindo à nossa terra, um caderno de viagens do tamanho das crianças.



terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Fusos horários

Nas minhas leituras por terras alheias, li um post sobre a organização de um dia de uma criança. Tudo encaixava na perfeição - dormia a horas certas, comia, brincava, dormia... oh oh oh fiquei ruidinha... o que é que se passa cá em casa, que os relógios andam sempre com velocidades diferentes, principalmente á hora do deitar? Eu sei qual é o problema. Chama-se R.O. T. I. N. A.S., ou melhor, a falta dela!
R de risos e brincadeiras antes de ir para a cama;
O de olhos bem abertos, apesar de os estar a esfregar continuamente;
T de traquinices que surgem tarde e a más horas;
I de ideias novas para fazer á hora da suposta sesta;
N de não quero, não faço, não me apetece!
A de amor incondicional e flexibilidade exagerada.
Pois bem, parece que fui obrigada a fazer um exame de auto-consciência. Obrigada a Dezembro pela oportunidade!

2 comentários:

Alice Geadas disse...

É por isso que andas cansada!

Sofia disse...

Acho que as nossas ROTINAS são iguais às tuas! :)