Quando eu era da idade dos liliputianos, acreditava que o nosso cérebro tinha infinitas gavetas onde guardávamos todas as nossas memórias... gavetas fechadas, abertas, empenadas, cheias, vazias... A Terra dos Liliputianos é uma extensão do nosso cérebro, com gavetas sempre disponíveis para recordar.

Seja bem vindo à nossa terra, um caderno de viagens do tamanho das crianças.



terça-feira, 30 de junho de 2009

Sobras do 2º ano


4 comentários:

LP disse...

O meu, no 1º ano, não teve sobras. Perdia tudo antes de gastar...

Maria Pereira disse...

Bem, s pequeninos mas ainda dão para escrever qq coisa :)

Bjs

Bala disse...

Sempre me perguntei como é que alguém consegue escrever com lápis tão pequeninos. Porque eu, nunca consegui!

:o)

É bom sinal, sinal que é poupadinho.

Bjinhos

kombi disse...

por aqui não há sobras dessas ora porque estão roidos na ponta ora porque de tão afiados perdem se.