Quando eu era da idade dos liliputianos, acreditava que o nosso cérebro tinha infinitas gavetas onde guardávamos todas as nossas memórias... gavetas fechadas, abertas, empenadas, cheias, vazias... A Terra dos Liliputianos é uma extensão do nosso cérebro, com gavetas sempre disponíveis para recordar.

Seja bem vindo à nossa terra, um caderno de viagens do tamanho das crianças.



segunda-feira, 8 de junho de 2009

Tudo que era leve... andou de balão


3 comentários:

Maria Pereira disse...

Sobe sobe, balão sobe, vai pedir áquela estrela... :)

beijocas e boa semana

Lipa disse...

Ai que me reacendeste a minha vontade de andar de balão...

ritmargaride disse...

:)
até a imaginação!